A sigla EMDR (Eye Movement Dessensitization and Reprocessing) significa dessensibilização e reprocessamento através dos movimentos oculares e é uma ferramenta psicoterapêutica muito eficaz e rápida, pois é o próprio paciente que, revivendo sua experiência traumática, faz as associações necessárias e reprocessa suas dificuldades.

O método foi criado por Francine Shapiro (psicóloga americana) que percebeu que ao associar movimentos oculares a imagens e pensamentos perturbadores, conseguia reduzir a intensidade destes traumas ou que os mesmos chegavam a desaparecer. Embora o EMDR seja conhecido pelos movimentos oculares, hoje se usa outros movimentos (táteis e sonoros) que são também eficazes. Quem decide o que usar é o terapeuta, que para usar tal técnica deve passar por um treinamento exclusivo.